terça-feira, outubro 07, 2008

"Gloria do Trabalho"!!!



Ha umas dezenas de anos atraz, estas casas situadas em Fornos Gare, tinham colocado na frontaria com muito "orgulho" (talvez ate demais), uma fraze que queria dizer o que a familia em que nelas habitava, tinha em mente!

"Vila Lagarto, Gloria do Trabalho"!!!

Neste tempos em que vivemos essa familia, nao so acabou com o trabalho e com os trabalhadores, como as casas que tanto o apregoavam, caiem aos bocados e estam infestadas com silvas e repteis, talvez em homenagem a familia "Lagarto"!

E um dos exemplos tristes em que se transformou, a povoacao da "Estacao" ou Fornos Gare, que ainda ha menos de trez dezenas de anos, era uma fonte de juventude.

Gostava de ser vidente, para prever o que o futuro reserva a esta terra, mas com exemplos como este, nao espero grande coisa.

Queira D*us que me engane!

9 comentários:

Amaral disse...

AL Cardoso
Que bem me lembro do esplendor dessa casa. Qaundo andava no seminário e nos passeios dominicais muitas vezes por lá passámos e apreciámos a sua beleza.
Infelizmente estas imagens metém ó.
Abraço

sa morais disse...

Apesar de ainda ser relativamente novo, sinto uma imensa tristeza quando vejo estas casas ao abandono ou a serem destruidas.

Abraço!

Eddy Nelson disse...

de facto, é uma real pena, ver estas belíssimas casas abandonadas. vivemos num mundo onde a massiva concentração das oportunidades de vida se estão a esgotar nos grandes centros urbanos. talvez estes lugares ainda venham a ser (re)configurados, talvez....

um "saludo"

as-nunes disse...

Olá AL
Ainda há dois anos, quando por aí andei, fiquei com a sensação que essa zona estaria a caminho de algum colapso.
Será isso que está a acontecer?
Um abraço.
God Bless America! Esperemos que sim, para bem de todos.
Um abraço
António

Magno disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Magno disse...

Fornos Gare, bem como essa casa, poderiam caso existisse maior dinâmismo empresarial e vontade num polo aglutinador de desenvolvimento pois possui o comboio intercidades que faz ligação a Lisboa directamente.
No entanto ideias existem muitas dinheiro e optimismo para investir é algo parco por agora.
Já agora a própria refer, tem a estação sem venda de bilhetes perasonalizada, os utentes têm de comprar os bilhetes no comboio e dentro deste arranjar um lugar sem ser incomodado, pois quem entra em Fornos não têm lugares marcados.
Abraço,
Magno.

P.s. Não deixe de lutar pelo bem da sua terra.

RicardoN disse...

Oi prémio para si no «Golfinho Alegre» (http://golfinhoalegre.blogspot.com). Passe por lá.
Melhores cumprimentos.

JPCLEMENTE disse...

Infelizmente, este é um triste "espectáculo" que cada vez mais se observa nas nossas freguesias.
Tenha um óptimo fim de semana
Um abraço amigo

aminhapele disse...

É arrepiante!
Tem a ver com o desenvolvimento actual:abandono do interior e concentração massiva no litoral,mesmo abandonando boas casas e ir viver em barracas.
A aldeia,só e boa para que meia dúzia de bem-pensantes digam que foram visitar o "portugal profundo"...
Mas,como é evidente,está ao abandono.
Trabalhar na terra é duro e não compensa.
Por isso,andam aí pessoas que,se puderem,compram aldeias inteiras...