sábado, janeiro 03, 2009

2009, BOM ANO com BOAS NOVAS!


Em primeiro lugar, votos de um "Bom Ano" para todos os amigos leitores e a todos os meus conterraneos!

Em segundo, como natural de Vila Cha d'Algodres, que tem como santa padroeira a "Senhora das Boas Novas", venho saudar este novo ano em terras dalgodrenses, com algumas "Boas Novas":

A "Radio Imagem" creio que vai continuar, embora com novo nome! (a este respeito gostaria de informacoes extra, caso alguem no-las possa providenciar.).

E a nossa Banda Filarmonica, de acordo com o convite cujo teor podem ver acima, e cujo envio agradeco, tem probabilidade de renascer, assim haja vontade dos fornenses e porque nao dizer de todos os "dalgodrenses".

Porque estou longe e nem sei nada de musica infelizmente, nao poderei fazer parte deste projecto, mas convido todos quantos possam e saibam, ajudem a banda fornense a voltar ser o que ja foi, durante muitos anos.
Como vem da-me muito mais prazer, divulgar as "Boas Novas" !!!
Um "Bom Ano" e o meu mais ardente desejo!

8 comentários:

as-nunes disse...

Al Cardoso
Um grande abraço e que 2009 lhe traga muitas Felicidades.
António

Amaral disse...

Al Cardoso
Faço votos para que 2009 seja um ano em cheio.
Abraço

JPCLEMENTE disse...

Um óptimo 2009 e que o associativismo em Terras de Algodres, a alma das suas gentes, seja uma realidade solidificada!
Um abraço amigo

Amaral disse...

Al Cardoso
Bom ano e boas sinfonias.
Abraço

Magno disse...

Bom Ano!
Que este Ano Fornos seja noticia pelas boas noticias!
Abraço,
Magno.

Nuno disse...

Renovo os votos de um óptimo 2009!
Um grande abraço,

Anónimo disse...

Amigo Albino,
Apesar de atrasados, aqui ficam os meus votos de um excelente Ano 2009 para si e para a sua família.
Como deve saber o tempo por aqui tem estado um tanto ou quanto instável. Neve, chuva, vento, enfim, segundo me contam isto é um "cheirinho" de um inverno à moda antiga. Como as novas gerações onde me incluo, nunca sentiram essas entempéries, lançava-lhe o desafio de criar um POST sobre o clima que se fazia antigamente sentir nas nossas terras, bem como a forma de ultrapassar o frio. Certamente que não havia aquecimentos centrais, e a lereira seria provavelmente a "Rainha" da casa durante os invernos.

Um abraço,
Sérgio Carvalho

Anónimo disse...

visite e comente
www.magazineserrano.blogspot.com