quinta-feira, abril 10, 2008

"Parque de Saude", em Fornos d'Algodres!


Li com agrado recentemente na comunicacao social, que foi assinado um protocolo entre a Misericordia fornense e uma entidade privada, que contempla a gerencia do Lar de Idosos e da Unidade de Servicos Continuados, a instalar nas recem requalificadas estruturas pertencentes a Santa Casa e, onde outrora ja funcionaram o Hospital e o "Asilo" da Misericordia!

Mais agradado fiquei, em saber que aquelas valencias vao ser geridas por um grupo privado, que tambem se propoe investir no nosso municipio, com um outro projecto, ainda no segredo dos deuses, mas que a efectivar-se ira criar mais umas dezenas de postos de trabalho!

Devido a experiencias passadas e pouco abonatorias para antigas provedorias, que deixaram chegar o antigo "Lar" a situacao que chegou, originando o seu compulsivo encerramento pelos organismos governamentais, outra coisa nao seria desejavel senao uma gerencia competente e privada para semelhantes valencias, so espero que tenham sido acautelados e bem, todos os bens da "Misericorda".

De facto de pouco vale chorar sobre o leite derramado, so espero que sirva de exemplo, para que em situacoes futuras se nao voltarem a cometer erros semelhantes, que originaram danos financeiros e outros, para todo o municipio mas principalmente para a instituicao "Misericordia".

Ca fico a espera da re-abertura que foi prometida para este ano, do "novo" Lar da Misericordia, mas tambem da nova Unidade de Servicos Continuados, pois quem sabe, num futuro que desejo ainda esteja longe, tambem eu irei beneficiar desses servicos!

6 comentários:

Amaral disse...

Al Cardoso
Penso que é uma iniciativa louvável e Fornos merece, para não cair mais ainda no esquecimento.
Abraço

João Soares disse...

Olá Albino Cardoso
Na minha última postagem coloquei um vídeo Bioterra sobre a Serra da Estrela e ao longo da semana irei falar mais sobre este belo Parque.Espero que goste e comente.
O seu blogue está no meu Dossier Agenda 21.
P.S. A Serra precisa mais incentivos à fixação e verdadeira conservação dos seus bens naturais que um efémero rali ou TT, com impactos negativos na sua riqueza em biodiversidade muito acentuados...
Seja bem vindo ao Bioterra.
Abraços

O Micróbio II disse...

Esperas tu e esperamos todos... :-)

A. João Soares disse...

O post termina de uma maneira exemplar. Seria óptimo que os governantes pensassem que irão ser reformados, idosos, e precisarão de apoios variados. E esses apoios devem ser criados enquanto se está em posição de poder e de influência.
O facto de ser privado poderá significar que irá ser controlado pelo Poder para servir bem e não exagerar nos preços, mas é preciso que o controlador não sucumba às atenções do dono ada empresa.
Desejo que tudo funcione bem e que todos os necessitados passem a ter um fim de vida com dignidade.

Abraço
A. João Soares

Anónimo disse...

Assinar o protocolo nos "Moldes" em que foi assinado, revelar-se-á o maio erro já alguma vez cometido pelo "Provedor" da SCMFA, isto é,
A Unidades de Cuidados Continuados foi subsidiada a 50% pelo Ministério da Saúde, o Lar de Idoso foi subsidiado a 50% pelo Ministério da Segurança Social, o dinheiro do Estado está, asim, e meu ver bem aplicado, o que não é para mim legal é depois deste Envestimento público, "alugar-se" estas "obras" a uma Entidade Privada.
Não seria mais pláusivel serem os Fornenses a gerir aquilo que era nosso.
Questiono o seguinte:
-Será que não há capacidade em Fornos de Algodres para gerir as Instituições.
-Será verdade que as Entidades estatais vão abrir um processo de averiguações para inspecionar este protocolo.
- Não será pertinente questionar, se é verdade que o filho do Srº.Presidente da Autarquia é funcionario do Srº Fernando, Gestor da Entidade Privada.
Muitas outras questões se podem levantar.
Acho que era importante de uma vez por todas abrimos todos bem os olhos e sabermos os contormos dos acordos assinados em Fornos de Algodres.
Um abraço a todos os amigos de Fornos,
Antonio Costa Cabral

Jofre Alves disse...

Louvável a todos títulos e de inaltecer esta iniciativa a favor do bem comum. Boa semana.