segunda-feira, fevereiro 10, 2014

"SE"???

- Se, a Câmara de Fornos de Algodres, quando ate era da mesma cor politica, tivesse tido um dialogo de abertura e ate de cooperação, com os Municípios de Aguiar da Beira e Penalva do Castelo?

- Se, quando foi convidada para fazer parte da "sub-região Dão-Lafoes", tivesse aceitado?

- Se, quando foi construída a A25 e construído o novo no de ligação, tivesse esse mesmo ficado junto a EN 330, servindo bem o nosso município mas também o de Aguiar da Beira?

-Se, quando foi "cozinhada" esta nova regionalizacao, a exemplo de Aguiar da Beira se junta-se a Viseu, tal como o fez Aguiar da Beira?

-Se, originalmente quando foram criados os comboios "Intercidades", tivesse havido a tal união entre os referidos municípios de Aguiar da Beira e Penalva do Castelo, mas também com freguesias de Gouveia, Celorico e Mangualde?

-Se, se tivesse feito os possíveis e os impossiveis, para a construção do edifício dos CTT, (ate havia um terreno para isso).

-Se, se tivesse acarinhado o "Queijo da Serra", tão bem ou melhor, que Celorico da Beira, pois fomos desde o seculo XIX, e, durante muitas décadas, o MAIOR supra concelhio, mercado deste producto?

-Se, em vez de se comprar por preço exorbitante, um terreno para a construção de uma nova "zona industrial", em Juncais, se tivessem comprado todos os vários pavilhões abandonados, na antiga zona industrial, e, promovido a reabilitação e utilização por possíveis novas industrias?

-Se, se tivesse feito todos os possíveis, para que a fabrica do queijo "Flor da Estrela", não fosse transferida de Fornos para Trancoso?

-Se, em vez de se ter investido enormemente, em infra-estruturas na Serra da Esgalhada, e, em vez da construção daquele Hotel, se tem promovido a reconstrução do seminário e ai sim, construir-se um belíssimo hotel histórico e de charme, com os mesmos agentes?

-Se, se não tem promovido o despovoamento, deixando que as poucas industrias fossem fechando umas a traz das outras, sem conseguir trazer outras?

E, se, se, se.......

Hoje não estaríamos como estamos, a assistir ao morrer do nosso município, por falta de gente, e com isso a dar a este, mas poderia ser um outro qualquer governo, as estatísticas que justificam, todo e qualquer encerramento de serviços!

Mas o que era necessário, era ganhar as eleicoes autárquicas umas a traz das outras, e quanto menos habitantes, melhor se controlavam os eleitores, dessas "benditas eleicoes"!

- Tomaram muitos municípios, ate alguns nossos vizinhos, ter as nossas condicoes; Boas ligacoes tanto rodoviárias como ferroviárias, (não da responsabilidade da autarquia) o Rio Mondego a passar-nos pelo meio, a meia distancia entre Viseu e Guarda, e, com a belíssima Serra da Estrela ali mesmo em frente, com uma vista soberba!!!

6 comentários:

Anónimo disse...

Se, se e se... O "se" mais importante que existe é: se não falassem tanto e trabalhassem mais...Esse é o "se" que Fornos nunca aprendeu, porque nesta terra a única coisa que fazem é falar da vida de uns dos outros. Sempre a falar mal, e depois trabalhar, nada. Desenvolver esta terra, tornar mais apetecível para os jovens. Acabados ou não de se formar, o que interessa é que fiquem e criem mais gerações. Mas infelizmente como se fala mais do que se trabalha, os jovens que querem trabalhar e não falar, vão para outros lados.
O que se está a passar agora é exactamente o mesmo, "fala-se, fala-se, fala-se e não os vejo a fazer nada". Critica-se o passado e pouco se faz para melhorar o futuro. Se há a culpa do passado, não importa. O que interessa é que nada se faz para melhorar o que em tempos se estragou.
Mas vamos ver o que realmente o anterior "passado" estragou. Queríamos desenvolvimento de Fornos, e o que aconteceu? Tivemos um centro de saúde novo, tribunal novo, posto de GNR novo, escola nova, piscina, centro de dia, cinema, apoio a idosos e deficientes, hotéis,... Tivemos tudo e não quisemos usar nada. Aproveitámos o que realmente seria bastante importante para trazer novas pessoas, a A25, e em vez de esperamos por entradas de pessoas, não!!! Aproveitamos a porta aberta e decidimos sair!! Começámos a fazer compras noutros lugares até que começámos realmente a viver nesses noutros lugares! Ou seja, queríamos desenvolvimento para viver melhor, o desenvolvimento apareceu e fomos viver para outros lugares. Mas isto é culpa de quem? Dos partidos políticos que aceitaram fazer estes desenvolvimentos? Não, a culpa é dos fornenses que pouco gostam da sua terra. Que preferem as terras vizinhas que o seu próprio lar. Agora critica-se os políticos anteriores. Pouco importa quem lá esteve, tem é de se fazer agora um bom trabalho. Não vamos criticar os erros dos outros para tentar escapar à critica dos nossos. Porque se vamos pensar em cores, não esqueçamos que o concelho de Fornos era comandado por uma cor, e a freguesia era por outra. Por isso não podemos criticar apenas uma só cor, porque sendo assim as duas também tem culpa.

E não pense que eu estou com o antigo presidente ou sou das cores adversárias porque eu nem se quer votei, por achar que nenhum dos candidatos era realmente suficientemente para ter tal cargo. E por a razão de não ter votado que não me identifico. Não quero ser mais um que critica e depois é criticado. Quero apenas que pensem e reflictam na opinião e não na pessoa.

Se começássemos a usar mais o que temos em vez de ir a outros lados, não teríamos estes problemas que temos agora. Se usámos mais o que temos, não teríamos os estabelecimentos fechados,... Se há culpado é o Fornense.

Agora não estou a criticar o autor deste blog por isto. Aliás nem o conheço.
A única coisa que critico é simplesmente por eu ter gostado bastante do blog em que tinha factos interessantes acerca do passado e origens de Fornos e neste momento é apenas utilizado para textos políticos. Tudo indica que se juntou à nova equipa que comanda Fornos, e não critico ninguém por isso, mas tenho pena que se tenha desistido de um Fornos histórico para passar para um Fornos politico.
Todos tem direito de escrever o que quiser mas sinto pena por se ter esquecido de maravilhoso que Fornos tem, para se lembrar do "se fez ou deixou-se de fazer".

quintadocochel disse...

Se,... se... se poucos não tivessem "mamado" muiiiiiiito,... tudo isso tinha acontecido!!! O concelho tina evoluído. e não havia assim muiiiiiito povo bruto e atrasado nesta terra! Que por acaso, são os que mais reclamam!!!
A Bem da Nação!!!

Al Cardoso disse...

Cara Anonima:(creio eu)

Tenho que concordar com quase tudo quanto escrever, mas so quase!
De facto tem toda a razao que os culpados sao os fornoalgodrenses, e sobre isso tenho escrito, pois se ate existiu uma frase pronunciada por um antigo "vice presidente": "se podes viver na vila na vivas na aldeia e, se podes viver na cidade nao vivas na vila", ai diz muito do pensamento tacanho de muita gente!
Ja quanto ao facto deste blog se referir a area social/politica tem toda a razao, foi para isso que foi criado a 8 anos! Leia e comprove, pois ja passaram varios governos e varias camaras e a minha postura tem sido a mesma; a defeza da terra que tanto amo! (por vezes nem sei porque, pois para mim foi madrasta)
Embora por vezes tenha referido factos historicos, nao e esta a funcao deste "blog",mas foram escritos na optica de uma possivel e provavel ideia de melhorar tambem nessa area. A historia,os munumentos os vestigios historio/arqueologiocos e cultura natureza etc, foco-os muito mais, no meu outro "blog" que por sinal ate ainda e mais velho que este, pode consulta-lo aqui: http://dalgodres.blogspot.com.
Ja quanto ao facto de me "ter juntado a equipa que comanda Fornos", (palavras suas) nunca a senhora esteve mais errada, eu sou apartidario, o que defendo e a democracia pessoal, e sou monarquico convicto!
Agora a "equipa onde eu estarei sempre" caso me queiram, e toda aquela que defenda o Municipio de Fornos de Algodres, muito para alem dos partidos politicos sejam eles quais forem, porque os partidos e as pessoas passsam, (eu tambem) mas a terra fica!
Pode crer que me custou, ter que escrever este "SE", foi escrito a pensar que se tem havido essa uniao e cooperacao, entre os municipios que foquei, nao teriamos ficado sem o nosso tribunal!
Bem ficamos com o edificio, ainda gostava de saber para que vai servir!

Um abraco, venha por ca sempre e nao tenha medo nem vergonha de escrever o seu nome, a inquisicao e a PIDE, ja acabaram ha muito!


Al Cardoso disse...

Amigo Quinta do Cochel:
Ja ha muito o nao via por aqui, nao o via a si nem a nenhum fornodalgodrense" ate parece que foram proibidos de comentar no meu "blog"!(ate lhe posso adiantar, que bastante para cima de uma centena de pessoas leram este artigo!)
Quanto ao que refere, eu disso nao sei, pois como sabe, ai nao resido habitualmente e, so ai vou uma vez por ano, quando muito!
Mas se o meu amigo o diz, la tera as sua razao! (ou nao)

Passe por ca mais vezes que e sempre bem vindo!

Um abraco dalgodrense.

luis santos disse...

por aí vivi muitos anos.
terra de gente boa e de gente menos boa e de gente que é uma merda.
saí daí, vim viver e trabalhar para longe....
a culpa do estado miserável, não só é do povo como de quem o diz comandar.
eu bem sei o que era dito, faz largos anos, quando alguém abria a boca para dizer algo que fosse contra os interesses instalados...

ainda hoje, basta ver o que diz o PS sobre os terrenos do hotel e o que faz...
ou sobre seja lá o que for...

Fornos, durante demasiados anos, foi um caso de gastar, desperdiçar e apedrejar quem contra tal falava...

como nada lá tenho... fiquem bem como futura freguesia de um concelho vizinho, pode ser que finalmente os interesses mudem de proprietário...

Al Cardoso disse...

Pois e caro Luis, e assim mesmo doa a quem doer, e esse o grande problema, nunca existiram vontades para haver uma uniao: "ou es por mim ou contra mim", quanto todos sabemos que existe sempre o meio termo!
Todos quantos concordarem sempre com o semelhante, nao estao a ser amigos, porque o verdadeiro amigo, e aquele que nos diz mesmo aquilo que por vezes nao gostamos de ouvir, esse nao e amigo e um hipocrita!
Ora o que se passa na nossa terra, e que sendo cada vez menos, menos massa critica existe, e quando a que existe esta repartida por dois campos opostos que nunca estao de acordo, ainda pior.
Como sabera eu felizmente ou infelizmente, por la investi algo, mas se eu soubesse, que iriamos ficar sem tribunal, sem financas, sem seguranca social, com o centro de saude so a estar aberto de dia, etc, etc. provavelmente teria feito o que muitos mais espertos que eu fizeram, que foi investir em sitios de progresso! O que faz o progresso sao as pessoas, os predios nao servem para nada sem gente!
Fui estupido em acreditar que a minha terra ia avancar e nao estaganar e morrer, porque nao tenhamos ilusoes, ninguem em Lisboa seja qual for o (des)governo, vai querer saber de um municipio com quatro mil e tal pessoas!

Um abraco dalgodrense.