sábado, maio 27, 2006

RURALIDADE ou URBANIDADE ?

Conseguimos encontrar das directivas governamentais presentes, ideias normativas para a criacao de pequenas comunidades urbanas no nosso interior, em detrimento das aldeias. Um exemplo disso e a construcao de polos educativos basicos, centralizados nas sedes concelhias.
Isto sera no meu fraco entender, acabar de vez com as aldeias rurais, algumas delas ainda com algum futuro.
E verdade que nas aldeias ha poucas criancas, mas transportar todas as que ha, para as sedes concelhias, nao produz nenhum incentivo, para que os seus pais continuem a viver nas aldeias.
Economicamente sera melhor construir um unico polo educativo, do que dois ou tres, mas com esta medida estamos a decretar o fim da ja pouca vida nas nossas aldeias.
Nao advogo a continuacao de escolas com dois ou tres alunos, o que sim creio e a melhor solucao, era o agrupamento de algumas aldeias proximas e a construcao de medios polos educacionais, para obviar a deslocacao de criancas de idades muito tenras, para as nossas vilas e cidades. A assim nao ser, estaram sempre mais prejudicadas, todas aquelas que se encontrem mais longe, das respectivas sedes concelhias.
No nosso interior, muitas das aldeias ate ja tem boas condicoes de habitabilidade: Como redes de agua e saneamento, electrificacoes e vias de comunicacao, mas tudo isso nao fara, com que continuem a viver nelas os casais jovens com filhos, ou na prespectiva de os terem. Pois para alem da notoria falta de trabalhos, nao tem tambem nelas, ou nas proximas, escolas para os seus filhos.
Diram que continuo a bater na mesma tecla, mas nao consigo descortinar quais serao as condicoes de equidade, quando temos alunos que pertencendo a mesma escola, uns tem que se deslocar de dezenas de quilometros e, outros dezenas de metros.

4 comentários:

O Micróbio II disse...

Continuas a bater na mesma tecla... :-)

bota disse...

A explicaçõa é simples: o governo, este e os anteriores, estão-se absolutamente nas tintas para as pessoas.
Ainda pensam que os números são tudo na vida.

js disse...

... CREIO QU A RESPOSTA A ESTE ARTIGO É A QUE DOU NO POST CAS'OTA...
Uma cidade a criar no meio do país e o resto fica para paisagem...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt e

zoltrix disse...

Muito bem visto! Estamos a assistir (sentados?alheados!) ao fim do país! O interior vai ficar dependente de espanha, que cresce!
As aldeias não irão ficar vazias por muito tempo.....Há agências de turismo com olhe nelas....mas serão para estrangeiros endinheirados...
País?