segunda-feira, setembro 11, 2006

Ate o Seminario de S. Jose

Ja e oficial; o seminario de Sao Jose de Fornos de Algodres, nao abrira as portas este ano e provavelmente, ali nao mais se formaram os alunos dos primeiros anos, para carreira do sacerdocio.

A razao tem muito que ver com a falta de vocacoes, mas isso vai buscar raizes mais fundas, a crescente desertificacao da nossa querida Beira Alta.

E mau para a Diocese de Viseu, mas e muito pior para o meu municipio, aos poucos vamos perdendo tudo, mas pior, muito pior e eu nao conseguir ver nenhuma luz ao fundo do tunel.

Temos, devido ao dinamismo camarario, assistido a um louvavel desenvolvimento de construcoes de equipamentos sociais e boas vias de comunicacao. Mas de que servira tudo isso se um dia destes nao houver gente para os disfrutar.

Faco votos ao menos, que entre a diocese e a autarquia se desenvolvam esforcos, para que um equipamento como o seminario nao fique abandonado, e, lhe consigam arranjar alguma utilidade. Principalmente porque foi ainda a relativamente pouco tempo, intervencionado e reparado.

1 comentário:

Pisco da Lapa disse...

É com muita pena que li esta notícia. Não é apenas a nostalgia retratada no filme "manhã submersa", é mais do que isso, é a doença da corrosão social a atacar.
É a desertificação do interior e a falta de vocações para a medicina espiritual (de que todos nós precisamos). E os maus médicos que por aí vemos, vão crescendo em número, infelizmente.
Pelo menos que redireccionem os edifícios para a causa pública. O que duvido, pela natureza conservadora dos proprietários.