segunda-feira, setembro 11, 2006

O SEMINARIO de Fornos de Algodres


Esta e a fachada principal do Seminario de S. Jose, em Fornos de Algodres. Situa-se numa pequena colina defronte da vila, numa quinta propriedade do seminario, que outrora se identificava por: "Quinta do Costa" ou da Costa.
Antes de aqui se ter construido o seminario, era esta quinta propriedade dos Condes de Fornos de Algodres, que a terao vendido ou cedido a diocese de Viseu.
Outrora o seminario menor da diocese, funcionou no Solar da Familia Beltao, situado na freguesia de Sobral Pichorro, neste mesmo municipio.

8 comentários:

Sulista disse...

Uma beleza de edificio!

Um abraço do Sul
;-)

Bel disse...

Aí está algo que reconheci!
Um abraço tondelense

Frederico disse...

Desejo intensamente que na falta de actividade educacional este edificio sirva os interesses fornenses, quer como interesse turístico quer como de dinamização económica da região.

Um abraço

Paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo disse...

É com saudade que olho para esta casa e recordo todos os bons momentos que passei com o Sr. Padre Clemente, já falecido; o Sr. Padre Armando, já falecido e muitos outros que deixaram tanta saudade. Vejo esta casa com mais tristeza ainda por saber que nela já não se encontram jovens à procura dos verdadeiros valores da vida.
Um abraço amigo

Professor Paulo Pina

Anónimo disse...

Sou da decada de 80,lembro o pe.armando,pe.clemente,con.amadeu(o nosso bom reitor),pe.alberto(quem?fogo!),pe.chaves(quem?fogo),pe.carlos cunha(quem?),pe.manuel moreira matos(um amigo),o felisberto q não foi ordenado(demos-lhe cabo da cabeça!abobora!)a prof.herminia,prof.isabel(uau),eng.maia(grande maluco),etc.

Anónimo disse...

lembro-me do padre clemente, o padre armando,meu professor de matematica. recordo tambem o padre joao,o padre chaves,o pdre miguel, o qual e meu padrinho de confirmaçao. e recordo tambem alguns bons amigos eoutros menos bons

Manuel Pereira - Ofr, disse...

Quantas saudades ao ler este texto principalmente os comentários. Sou precisamente desses tempos... Como me lembro de todos eles...
Um forte abraço a todos quantos como eu por lá crescemos durante 4 anos da nossa juventude. Não foi fácil lá viver aqueles anos... e o fresquinho daquelas camaratas no inverno... aquela brisa matinal vinda dos lados da serra da Estrela... aquele bonito peixe no lago do jardim... aquele frio e sombrio refeitório na cave... a mesa de ping-pong... quantas boas saudades...