sexta-feira, julho 21, 2006

SOMOS CONCICADAOS DOS ESPANHOIS!!!???

Creio que ja poucas pessoas duvidavam, que o "socratissimo desgoverno" nos estava aos poucos a vender aos "espanolos", agora o que eu nao sabia e secalhar voces tambem nao, era que a trasacao total ja estava feita.
Ja tinhamos ouvido varias afirmacoes que para ai nos levavam, por parte dos ministros Lino e Campos e, ate por parte do primeiro "sinistro" como um amigo blogista lhe costuma chamar.
Acontece que hoje do Jornal das 24 horas da rpt cabo, ouvi com estes ouvidos que os vermes comeram, o excelentissimo secretario das comunidades referir-se aos nossos "concidadaos espanhois". Ou eu serei muito ignorante ou "concidadaos" refere-se a cidadaos do mesmo pais.
Eu como monarquico, fico contente em termos voltado a ter monarquia na nossa terra, so que gostaria que tivesse sido a partir da casa de Braganca, mas nao se pode ter tudo!!!

12 comentários:

al cardoso disse...

Onde se le: "SOMOS CONCICADAOS DOS ESPANHOIS!!!???" deve ler-se: "SOMOS CONCIDADAOS DOS ESPANHOIS!!!???"

Peco desculpas, devia ter sido dos nervos.
Bom fim de semana para todos.

Sulista disse...

ProntoSSSSSS, tá exlicado!

Balé, balé!...eu bem me parecia que já eramos uma província espanholita há mucho tiempo ;-)

Amigo Al Cardoso, quanto à sua frase:
«ouvi com estes ouvidos que os vermes COMERAM» ...desculpe o reparo mas eu espero bem que seja antes:
«que os vermes HÃO-DE comer...»
Ehehehehehe...

Qt ao Ronaldo, no exagero é que está agraça ou a virtude :-D

Bom fim-de-.semana!
Abraço aqui do Sul :-)

al cardoso disse...

Bem haja pela correcao Sulista.
Esta coisa de andar por outros continentes que falam outras linguas, nao ajuda em nada o meu fraco portugues.

ceolino disse...

O Português pode ser fraco, mas a ideia é consistente...E espanholadas, só talves numa paella, porque de resto, nem boms ventos nem bons casamentos....

sa morais disse...

Tendo em conta a crise, muitos até dizem: O melhor era virem por aí os espanhóis e tomarem conta disto...


E eu digo: NÃO! NUNCA!

Não posso atraiçoar o sangue derramado pelo meu povo e pelos meus. E esse sangue empapou a nossa terra.
E se os espanhóis um dia o tentarem, vão estar na minha mira e vão morrer nesta terra!


Posso ser pobre... Mas a ser espanhol, prefiro a morte!

abraço

MORFFINA disse...

Obrigado pelo link.
Passo a informar: Somos concidadãos Espanhois, Franceses, Alemães, Polacos, Britânicos, Italianos ... em suma somos cidadãos Europeus.
Este xenofobismo (medo de outros povos) provoca-me nauseas.
Que paranoia.
Isto tudo começou porque Afonso Henriques não quis pagar impostos aos primos.
Fala em monarquia (que desilusão: acreditar que se deve ser governado por gerações da mesma familia, que têm esse "divino" direito à nascença, mesmo que sejam os maiores débeis mentais). Olhe que essas famílias pela Europa fora são todos primos mais ou menos afastados.
Cuidado! Reflicta! Atitudes patrioteiras podem não ser atitudes patriotas. Talvez a Espanha não como soberana em relação ao nosso país, mas como parceiro económico seja a nossa única salvação.
Chama-se a isto tudo "partilha de soberanias".Nenhum estado da UE é soberano sobre outro. Você que mora nos EUA deve saber mais ou menos do que estou a falar. Só que na UE a soberania dos estados é maior. Se não quisermos isto teremos que voltar ao inferno do "Orgulhosamente sós".

Atenção, não quero ofender ninguém, nem quero ser condescendente. Apenas acho que as pessoas pensam em demasia com o coração. Isto não é um jogo de futebol!

Abraço

MF

al cardoso disse...

Cara Morffina:
Pode crer que de patrioteiro nao tenha nada, embora grande patriota. Quanto a sermos os maiores parceiros comerciais com a Espanha creio que ja o somos, so que eles ganham-nos muito aos pontos infelizmente.
Mas nao precisamos de rebaixar-nos tanto, podemos e devemos ter um pouco mais de orgulho patrio, sem estar orgulhosamente sos, para isso so temos que fazer o mesmo que "nuestros hermanos".
Referente a America, com a excepcao do Texas e foi por muito pouco tempo, todos os estados americanos nunca foram paises independentes antes de formarem uma unica nacao, ha uma grande diferenca entre eles e nos; uma nacao soberana, vai para novecentos anos.

Um abraco beirao e volte sempre.

al cardoso disse...

Olhe ja me esquecia, quanto a nonarquias, olhe que na Europa que tanto defende, existem varias e ate estao economicamente, muito melhor que a nossa triste republica, mas isso sao gostos e, cada um tem os seus.

MORFFINA disse...

Uma coisa é certa. Ambos queremos que Portugal se desenvolva com justiça social.

Voltarei sempre

Abraço

MF

PS. Só para que se conste sou homem. Penso que tenha havido lapso no "Cara Morffina" :-)

al cardoso disse...

Caro Morffina:

Em primeiro lugar quero desculpar-me por lhe chamar: Cara.
Quanto ao resto, pode crer que desejo para o nosso pais e principalmente para o interior desprezado, o melhor desenvolvimento possivel, para que os ainda seus habitantes, nao tenham que fazer o mesmo que eu fiz a mais de duas decadas atraz.

Um abraco de amizade.

sa morais disse...

Em primeiro lugar não se confunda patriotismo com xenofobia. São coisas muito diferentes. E se acha que sou xenofobo por não querer ser capacho dos espanhóis, está bem enganada.

E em relação ao que o morffina diz "ser governado por gerações da mesma familia, que têm esse "divino" direito à nascença, mesmo que sejam os maiores débeis mentai"
Pergunto a mim mesmo se isso também não acontece na República? Basta ir ver os apelidos de gente no poder para se ter uma ideia de como isso acontece. O caso mais notório e visivel talvez fosse o de Mário Soares e do seu principe ( wanna be... ).

Quanto a nenhum estado

Só nas monarquias é que somos governados por débeis mentais? Não me façam rir...

E Estaline, Hitler ou Mussolini eram reis? E o Hitler até foi eleito numas eleições. Será que esses, por não serem da realeza, já não eram psicopatas ou debeis mentais?

Já dizer que Portugal começou por não se queria pagar impostos a primos parece-me um argumento vulgar e que tenta vulgarizar o nascimento do nosso país. Muita gente deu a vida, suor e lágrimas por este canto da Europa e não considero justo que essas pessoas sejam vulgarizadas ou achincalhadas.

Quanto a nenhum estado da UE ser soberano em relação a outro, isso é muito bonito no papel mas, na realidade, todos sabemos que o pequenino ( economicamente ) é que se lixa sempre. Por isso, prefiro essa mesma soberania.

E não me venham com as frases feitas do "orgulhosamente sós" ( será que essa cassete ainda não se estragou? E se investigar, verá que também os monárquicos lutaram contra A ditadura. )
Eu não sou monarquico, mas gosto da minha liberdade e da liberdade do meu povo e nunca vou admitir que sejamos "os cachorrinhos" de ninguém. A monárquia não é perfeita e a república também não é!

E ser governado por espanhóis? Volto a dizer: Não! NUNCA!
Amo demais o meu país, as minhas raízes, a minha cultura e respeito a memória daqueles que fizeram este país e todos aqules que, ainda hoje, lutam por um Portugal melhor. Atraiçoar isso? NUNCA! Não sou de traições, tenham elas que nome eufemistico tiverem. Parceiros económicos, tudo bem. Agora ocupação, subjugação: NUNCA!

Para mim Portugal nunca será só andar com a bandeirinha no carro ou cantar o hino, quando há jogo da selecção...

Anónimo disse...

Best regards from NY! » » »