domingo, janeiro 13, 2008

Os Cortejos de Oferendas, para o Hospital da Misericordia



Ja que temos estado a falar do Hospital da Misericordia de Fornos de Algodres, lembrou-me de publicar uma fotografia dos "Cortejos de Oferendas" realizados na decada de 50 do seculo passado, em beneficio do respectivo Hospital,
Nesta fotografia, onde se encontra a representacao da minha aldeia natal: Vila Cha (d'Algodres), encontram-se os meus pais a outros familiares e amigos, muitos infelizmente ja falecidos. O desfile que aparece nesta fotografia, aconteceu em 1954, existindo pelo menos documentacao de outros realizados em 1951 e, em 1957. Nao tenho certeza se houveram outros, pelo em caso de alguem possuir mais alguma informacao extra agradecia.
Tambem ai vao, mas ja escritos por mim, dois versos da "marcha" cantada por esta representacao, que me foram transmitidos pelo meu saudoso Pai.
As primeiras duas linhas da primeira quadra, eram cantadas em conjunto, a segunda e terceira so pelas raparigas. Na segunda quadra era o oposto, as duas primeiras linhas cantadas pelos rapazes e, a terceira e quarta por todos.
Digam la que recordar nao e viver! Embora eu nao seja dessa geracao, ainda existem vivos alguns dos que aparecem na fotografia, felizmente!

11 comentários:

Anónimo disse...

Caro Al Cardoso,

A foto que apresenta, encontra-se publicada no site da Câmara, na área de recordações do passado (http://www.cm-fornosdealgodres.pt/pfoto.php).

Esta foto foi enviada por alguém da sua terra, da qual também sou natural, para publicação no site da Câmara, e segundo informações do mesmo, a foto data de 1954, data que é indicada junto com a foto no site do Município. Se tiver curiosidade verificará que existe lá uma outra, referente a este evento, e curiosamente também relativa ao cortejo da sua terra.

Passe por lá, existem umas fotos interessantes. Se quiser contribuir com alguma, terei todo o gosto em publicá-la.

Quanto a esta temática, estou a preparar um blog, para colocação de fotos do passado sobre eventos e lugares da nossa região. É um blog privado, mas com a colaboração do Município de Fornos.

O Webmaster do site do Município

Amaral disse...

Al Cardoso
Fez bem em publicar esta foto (esteja ela ou não publicada noutro site o que importa é a divulgação) porque, como diz, recordar é viver.
Passe uma boa semana.
Abraço

Anónimo disse...

Por acaso já a tinha visto no site da Câmara.
É sempre bom recordar outros tempos, e outros hábitos.
Á uns dias atrás comentei um post de um habitual comentador deste blog (Carlos de Matos - http://forninhos.blogspot.com/), onde o mesmo apresentava uma foto antiga de um grupo de cantares da sua terra, e achei interessante o facto de estar a ser elaborado um porfólio de fotos antigas. Pelos vistos alguém de Fornos de Algodres, vai fazer do mesmo. Esperemos para ver.

Cump's

O anónimo

al cardoso disse...

Caro Webmaster do Site Municipal:

Eu ate sei o seu nome e sou muito amigo do seu Pai, que foi a pessoa que facultou essas fotografias para o site municipal.
Sim eu conheco essa seccao e vou la frequentemente ver se ha novidades "velhas", pois adoro historia como ja deve ter reparado.
Podia trata-lo pelo seu nome, mas como o omitiu, creio que prefere que nao o divulgue.
Nao sei se terei alguma fotografia que voce ainda nao tenha no site, mas vou dar uma volta pelos meus arquivos e depois envio.
o mesmo ja fiz tambem para o blogue "Terras de Algodres".
De por mim um grande abraco ao seu Pai, e receba tambem um d'algodrense.

Anónimo disse...

Caro Al Cardoso,

Agradeço os seus cumprimentos, tanto para mim como para o meu pai. Daqui lhe envio também em meu nome, e em nome de meu pai, um grande abraço para si e para os seus.
Na realidade o meu comentário serviu apenas para datar a fotografia, uma vez que, tendo sido eu a publicá-la, sabia em que ano tinha sido tirada, e tal como afirma, foi o meu pai que me forneceu a foto.
Quanto ao facto de conhecer esta área do site da Câmara, nem sequer pus em causa, pois pelo conhecimento e interesse, que demonstra ter pela sua terra natal, certamente procurará pelas mais diversas vias, obter infomações tanto sobre o presente como pelo passado. Quem dera que todos procedessem desta forma (incluindo eu), e provavelmente daríamos mais valor à terra que nos viu nascer.
Como webmaster do website do nosso Município, tenho por vezes, o cuidado de "passar" os olhos, pelos diversos blog's que os nossos conterrâneos mantêm, incluíndo os seus. Estas minhas visitas têm como propósito, verificar se existem eventuais sugestões para melhorar o Web site. Além deste blog, o Sr. mantém um muito interessante (http://dalgodres.blogspot.com), onde é bem visível a paixão que tem pelo passado da sua terra.
Continue com o seu bom trabalho, divulgando as "Terras de Algodres".

Com os melhores cumprimentos,

O Webmaster,
Sérgio Miguel Carvalho

Carlos de Matos disse...

Boa noite a todos

Fotografia ilustrando bem esse movimento popular que mobilizou as nossas regiões para o desenvolvimento da Saúde Pública. A priori esse cortejo data de 1957, data referenciada nessa tese que encontrei no site da ENSP como o montante de 50 contos de reis como rendimento. Ver o quadro 5 em baixo da pagina.

Trabalho de Luís Graças (1996)Escola Nacional de Saúde Pública sobre Hospitais e Misericórdias durante o Estado Novo
Pena que esse documenta abranje a zona norte porque teria sido um complemento ao precedente post do Al Cardoso sobre o futuro do hospital de Fornos.

Esses cortejos foram muito populares e tive pessoalmente conhecimento este ano quando os antigos o lembraram na ocasião do Cortejo Etnografico da Feira de Actividades de Aguiar da Beira em julho passado.

Abraço Gaulês

al cardoso disse...

Caro Sergio:

Bem haja, em realidade tinham-me passado desapercebidas, as datas nas fotografias do "Site Municipal", pelo que so tenho que penitenciar-me e pedir desculpa aos meus leitores.

Caro Carlos:

Bem haja por mais este link, que vem documentar mais ainda estes "Cortejos de Oferendas".
De acordo com os dados neste momento disponiveis, tenho que informar que em Fornos de Algodres, efectuaram-se esses eventos em 1951, 1954 e 1957, pelo menos.
Ja agora se algum conterraneo meu tem alguma adicional informacao fico agradecido.
Talvez quem sabe, alguem possa um dia compilar toda a informacao e, publicar uma obra documentando a Misericordia de Fornos e o Hospital, que como sabemos e anterior a esta, embora se desconheca neste momento onde se localizava no seculo XVI

Um grande abraco d'algodrense.

barb michelen disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
FERNANDA & SONETOS disse...

Olá Al, texto que retrata o quatidiano da tua terra.
Devia ser sempre assim!
Parabéns!
Beijinho de carinho e amizade.
Fernandinha

JPCLEMENTE disse...

Caro Al. Cardoso.
Realmente "Recordar é viver!"
Quanto mais os anos vão passando mais nos vamos apercebendo que os melhores anos são os da infância.
Seria bom que a letra e a música dessa marchas não se perdessem!
O património musical do concelho necessitava de alguma recolha, pois caso contrário, muita dessa cultura,pode-se perder com a morte das nossas "bibliotecas ambulantes", os idosos.
Um abraço amigo
JPC

Anónimo disse...

bom comeco