sábado, dezembro 16, 2006

Agricultura Biologica! Porque nao?


Junto a vila de Fornos encontram-se belissimos terrenos, quem bem poderiam ser aproveitados para agricultura biologica, ou melhor ainda "termocultura"!!! (fotografia retirada do site municipalhttp://www.cm-fornosdealgodres.pt)
Ja aqui referi ha algum tempo atraz, em algumas ideias praticas para algum desenvolvimento da minha terra e nao so, que deveria existir um mercado diario ou bi-semanal, em que poderiam vender-se nao so o peixe e a carne fresca, (carne ja ha!) mas tambem productos horticolas, que deveriam ser biologicos, para fazer a diferenca dos habituais super ou mini mercados.

A agricultura biologica que comeca a impor-se cada vez mais nos paises "civilizados", nao e nem mais nem menos, a que os nossos antepassados fazim ha cem anos atraz, (ou ate menos)
acrescentadas com algumas tecnicas mais modernas, aprendidas ultimamente em bons estabelecimentos de ensino.

Entao continuando com as tais ideias que poderiam muito facilmente ser postas em pratica, aconselhava as gentes da nossa regiao a dedicar-se a este tipo de agricultura, pois pelo que tenho lido e ouvido e visto, continua com mercado nao so nos mercados e pracas e, lojas a productos naturais, como ate ja nas grandes superficies comerciais.

Portanto se ha mercado o que e necessario e produzir, felizmente temos por toda a nossa regiao, terrenos fertilissimos ao abandono, que podem muito bem ser rentabilizados com este tipo de agricultura, que para o ser tem que ser certificada. Entao que estamos a espera? Para a frente e que e o caminho, nao e so queixarmo-nos de que a vida esta mal.

Esta actividade poderia muito bem, ser um complemento para alguns salarios menos altos, e so uma questao de vontade de lutar contra as adversidades.

Ora digam-me la, se nao teria toda a utilidade o uso de tecnicos agricolas e florestais que existem na nossa autarquia, o apoio a actividades como esta?

Alem disso porque nao, com "honestidade", a constituicao de uma cooperativa para comercializar estes productos, seguindo exemplos da Espanha que muitos invejam mas nao copiam. Uma cooperativa ou associacao a funcionar com honestidade e competencia, tem muito mais probabilidade de sucesso que agricultores individuais!
Podem crer que os bolcos (ou as contas bancarias) dos que a esta actividade se dedicarem, iram sentir a diferenca, e o organismo humano que consumir este tipo de productos, vai agradecer com mais saude.

7 comentários:

Moura disse...

Caro Al Cardoso o que se passou com o "Judeus em Terras de Algodres"? O "Sítio" novo a que se refere era aquela "coisa" que aparecia em vez do seu?
Agora é este o "continuador" daquelas buscas históricas a que se dedica?
Um abraço

Jofre Alves disse...

Passei para desejar boa semana preparatória do Natal e apreciar este sempre interessante blogue, atraente pela qualidade e desvelo inerente. A qualidade de braço dado com o bom-gosto.

al cardoso disse...

Caro Moura:
Provavelmente esqueci-me de lhe comunicar no seu "blog" esta mudanca, tudo aconteceu quando mudei para o Google Beta, decidi refrescar o "judeus em terras de Algodres" e como muitas vezes me refiro a outros temas que nao tem nada que ver com o "judaismo" mudei o nome ao "blog", e o mesmo e tem toda a informacao de arquivo desde o inicio do "judeus". Agora chama-se unicamente: "d'Algodres", podem la chegar atravez de: http://dalgodres.blogspot.com
E ainda mais facil porque o outro tinha um endereco muito longo.
Peco-lhe a si e a todos quantos me dao o prazer de ter um link meu que, facam a correcao.
Este blog, "aquidalgodres" e tal como o titulo indica mais como um grito de alerta ou ate pedido de ajuda, para a nossa Beira esquecida.
Como vera no inicio dele; antigamente havia a tradicao de gritar: "aquid'elrei" ou tambem "o da guarda", quando se necessitava ajuda, por isso "aquid'algodres"!!!.

Espero continuar a contar com os vossos comentarios em: "d'Algodres", tambem.

Bem hajam e desculpem.

Anónimo disse...

Amigo Cardoso, os produtos ditos biológicos, só nos papeis das montras, para enganar, porque de biológicos nada tem.
Eu produzo Mel, por mera carolice, e tenho de ter tratamentos, para as doenças que cada vez á mais, o meu mel dizem os entendidos não é biológico, mas os deles já é e têm os mesmos tratamentos.
Um abraço
Luis Almeida Pina

wicky disse...

seria uma excelente ideia!!!

beijinhos

al cardoso disse...

Pois e caro Luis, continuam a haver interesses que provavelmente justificam algumas decisoes, de facto se houver clareza nas decisoes tudo seria mais justo.

Haveria de clarificar os procedimentos para a classificao de producto biologio, creio eu!

Um abraco de Boas festas.

Conceição Bernardino disse...

Olá quero agradecer pelo carinho,
Desejar um FELIZ NATA E UM ANO NOVO CHEIO DE PAZ E AMOR.
OFEREÇO-LHE ESTE POEMA COM MUITO CARINHO
Beijinhos
Conceição Bernardino

Sentidamente sentido


Incrédula, surrealista
Este mar de gente
Que pensa que sabe o que sente
E não sente o que sabe
Por não saber sentir
Por não saber urgir
Do inócuo, do vazio
Os sentimentos são sábios
Não são pérolas nem fardos
Não são recantos atulhados
São lembranças do passado
Sentidos do presente
Que nos usam sem querer
Nos fere
Porque não sabemos sequer
O que realmente
Nos faz sofrer
Choramos o que não sentimos
Para sentir
As lágrimas que não choramos

Conceição Bernardino


Meus blogs http://amanhecer-poesia.blogspot.com

http://sentidos-visuais.blogspot.com