quarta-feira, outubro 24, 2007

A "Quinta do Cabrito e do Borrego"!


Aparentemente a proposta ideia do "Museu do Queijo", nunca sera implementada em Fornos, outros mais lestos nao se deixaram dormir e creio, que vera a luz do dia num municipio vizinho.

Pelo que dentro do mesmo espirito temos (ou deviamos) de partir para outros projectos, que tem tambem muita viabilidade, (digo eu) esta proposta que apresento em meu ver tem tambem tanto ou mais sabor!

Quem alguma vez consultou o livro; "Receitas Tradicionais Portuguesas" de Maria de Lurdes Modesto, (primeira edicao) podera constactar que o municipio de Fornos de Algodres, encontra-se ai muito bem representado, com bastantes e saborosas receitas tradicionais. Algumas delas baseiam-se no Cabrito e no Borrego, que por aqui se preparam muito bem e de modos variados.

Em seguimento da minha entrada de 15 deste mes, queria sugerir dentro de um modelo parecido com o "Museu do Pao" de Seia, a implementacao nas redondezas da vila de Fornos da; "Quinta Tematica do Borrego e Cabrito Beirao". ( o nome nem e o mais importante)

Numa quinta, onde em prados verdejantes pastariam as cabras e ovelhas regionais e suas crias, em paineis explicativos se daria a conhecer tudo relacionado com este tipo de actividade, junto um pequeno museu tematico mostraria a tematica pastoril, enquanto na loja se comercializavam os productos derivados destas especies. Neste complexo deveria haver tambem um restaurante, que daria a conhecer os nossos pratos tradicionais, baseados no cabrito e borrego e bem assim as sobremesas confecionadas com o leite das especies referidas, que sao unicas em paladar.

Eu sugiro uma quinta relativamente proximo da A25 e nao longe da vila, em ambiente rustico e sem grandes luxos.

Ali tambem e porque do leite das ovelhas, se fazem os bons e conhecidos queijos da "Serra da Estrela", e os deliciosos requeijoes, e do das cabras as nao menos saborosas "queijetas", tambem nao destoaria a promocao e venda destes productos.

Nao e pelo facto de Celorico estar a frente na promocao do "Queijo da Serra", que em Fornos se nao produz do melhor queijo, so que na nossa terra somos muito mais comodistas!

Que me dizem a mais esta ideia?

15 comentários:

quintarantino disse...

Ora bem, ora bem...

Amaral disse...

Al Cardoso
Ideia, mais uma, muito interessante. Mas eu pergunto: já apresentou a proposta a alguém? Se já, já fez a sua parte. Se a recusaram foi, talvez, estupidez; se não a apresentou acho que deveria fazê-lo.
Abraço

pensarfornos disse...

Amigo Albino:
Não tenho dúvida que este seria um projecto de sucesso. O Concelho de Fornos tem paisagens magnificas que dizem bem com o projecto que apresenta. Fazendo protocolos com várias entidades seria uma mais valia para Fornos e sua gente. Projectos com este que apresenta, quando bem pensado, programado e bem gerido são projectos de sucesso.
Os turistas gostam é disto. O Algarve começa a ficar saturado. Seria bom que algém com poder financeiro braçasse este projecto que tenho a certeza que seria um projecto de sucesso.
Parabéns pela ideia!

PPN disse...

Já lá está mesmo ao lado:
http://www.cm-celoricodabeira.pt/turismo/museuagricultor.asp

Magno disse...

Caro Al
Existe uma localização perfeita, e já aqui falada!
Já a estudei em conjunto com um grupo de trabalho q se está a formar esta semana se Deus quiser recebe sem falta noticias minhas!
Já agora os principais investidores de Fornos de Algodres são Emigrantes, e ex - retornados!
A meu ver são estes que podem criar riqueza na região e acabar com os interesses mesquinhos por parte de alguns sectores do poder local!
Meu Bem haja!

al cardoso disse...

Caro Pedro:

Eu realmente conheco o museu do agricultor de Celorico, mas o que eu prevejo para Fornos e algo diferente, dentro do molde do "Museu do Pao" de Seia!

ANTONIO DELGADO disse...

Amigo Al Cardoso, a Beira Interior é um das regiões mais bonitas do país, com uma qualidade e produtos alimentares e uma traição culinaria de primeira ordem. No entanto é pena não ser enaltecida como devia e merece nesta area e em tantas outras. Infelizmente ainda não se vê o nosso pais como um potencial lugar de turismo e turismo de qualidade. Para isso seria importante mudar muito da mentalidade portuguesa e a formação dos portugueses, coisa que me parece não acontecer nos tempos mais proximos. Mas é pena porque assim a sua ideia seria um complemento de qualidade a uma região que está toda por explorar e na qual os Fornos se alberga...avisar e alertar é preciso.

Um abraço
António Delgado

joão oliveira disse...

Cumrimentos.

Ideias válidas para o vizinho concelho de Fornos de Algodres.

um abraço desde terras de tavares

Anónimo disse...

Nós andamos sempre atrasados e é pena!
abraço e diz qualquer coisa
António Cardoso

Mário Relvas disse...

Bem visto.

Anónimo disse...

É engraçado que os mesmos comentadores estão nos blogues para onde me convidam a visitar...bolas Armando...

Anónimo disse...

Bem, caro Al Cardoso...

Coincidencia ou nao, a verdade é que Celorico da Beira promoveu este fim-de-semana a primeira Feira/Festa do Borrego. Uma das principais vertentes é, precisamente, a divulgação da gastronomia relacionada com o borrego....

:)

Cumprimentos,

Andreia S.

Maria disse...

Caro Al
Não estando propriamente ligada a Fornos, acho que todas as iniciativas que se tomem para promoção do interior do país e das suas tradições, e do que é típico de cada região, são de valorizar.
Estive na semana passada na Feira da Gastronomia, em Santarém, que é (ainda) um local onde, pelo menos uma vez por ano, podemos ver e provar, num local concentrado, iguarias de todas as regiões do país....

Um abraço

Alex disse...

Boa ideia.
Se alguém concretizar essa já tem um cliente garantido.
Se há coisa que goste é uma carninha de borrego, cabrito ou até mesmo de coelho.
Com um queijinho e maravilhoso vinho tinto (mesmo das barbas da serra) é de ficar a chorar por mais.
Já me abriu o apetite.
Um abraço

mz disse...

o que e preciso e ideias... mais uma excelente!! hehe

o problema em fornos, e passar das ideias aos actos!

:(

abraço