quinta-feira, novembro 08, 2007

Governo Autarquico, Personalizado ou Nao?!

Uma vista de verde envolvida, da linda Figueiro da Granja, com a "Estrela" em pano de fundo, retirada do blogue: http://ofigueirola.blogspot.com/


Num comentario sobre este evento: http://www.cm-fornosdealgodres.pt/nt_047.php , o meu amigo Joao Clemente do blogue: "O Figueirola", que eu ainda nao tinha tido oportunidade de divulgar, fez um comentario em que dizia: "...considero que deveria haver um envolvimento mais profundo das pessoas que vivem nesta regiao, de forma a elas proprias lucrarem com estas actividades....".
Nao posso estar mais de acordo e e nesse ponto, que se pode fazer diferenca para melhor.

Quanto a mim o papel das autarquias deve ser muito mais, do que construir equipamentos e prestar servicos. Deve tambem contribuir de todos os modos para facilitar o desenvolvimento, promovendo condicoes para a instalacao e modernizacao de actividades comerciais, industriais, agricolas e outras que produzam riqueza e criem postos de trabalho.
Tambem devem motivar e sensibilizar as populacoes para os varios eventos, fazendo com que facam parte deles e deles possam lucrar, nao estando so reservados a alguns.

Estas motivacoes e sensibilizacoes devem muitas vezes fazer-se pessoalmente, e nao so com a colocacao de cartazes e editais. Os governos, nestes casos os locais, devem ser o mais personalizados possivel, no nosso caso ainda mais, pois somos um municipio pequeno, em que quase toda a gente se conhece!

No caso de evento que mais uma vez divulgo, com o link colocado no inicio, como a paragem principal com o almoco, e na bonita e antiga vila de Figueiro da Granja, porque nao promover ai uma mostra e venda de artezanato e productos regionais, organizando e sensibilizando tambem nao so os artezaos mas tambem o comercio local?

As vezes sao os mais pequenos passos, os que custam a dar, mas sao eles que fazem a diferenca que se espera e deseja!

15 comentários:

quintarantino disse...

Tem razão, é com pequenos passos que muitas vezes se começam grandes obras!
E a fazer, em vez de falar.
O seu blogue é um exemplo.

A. João Soares disse...

Gosto de ver enfatizados os pequenos passos. Interessa dar o primeiro e depois virão os seguintes. O que trava não é o esforço do passo, é a falta de iniciativa, de ideias. O exemplo é dado pela história do ovo de Colombo.
As iniciativas devem ser amparadas pelos governos locais e nacional. Fico sempre triste ao ver, nas principais datas, premiar os actores de actividades lúdicas que não são essenciais e esquecer aquilo que se relaciona com o desenvolvimento científico, técnico e artesanal que impulsionam a felicidade das pessoas.
Dizem que o desenvolvimento de se deve às pequenas e médias empresas mas nenhum desses empresários é apontado como um exemplo a seguir.
Ao menos, nos blogs eles devem ser salientados e dignificados dando- os a conhecer aos leitores.
Um abraço

Cucagaio disse...

Não há dúvida que tens razão no que dizes, mas é necessário não só empenhamento da autarquia, como da própria população, quantas vezes se organiza eventos, e é a própria população local que não aparece.

Carlos de Matos disse...

Ola a Todos

a organiza�o de um evento o mais pequeno ou elitista que seja � positiva. Tudo participa do tudo. Um artigo neste blog, um link num outro, um comentario com uns amigos na feira � volta de um frango assado do Z� Pequeno (o melhor da feira de Fornos, sem duvida), a discuss�o no barbeiro ou no adro da igreja... e tudo participa da divulga�o da ac�o. As mentalidades mudaram, penso que alguns autarcas gostariam de manter um status quo das suas autoridades autosatisfeitas e infelizmente n�o concorrem ao desenvolvimento geral da nossa sociedade a tamanho humano onde toda gente de uma maneira ou outra se conhece...
Que pena, com tanta gente de valor ;o)) mas n�o toda da mesma opini�o.
Ao mesmo tempo � facil criticar quando n�o se faz nada na realidade, por isso palavras voam e as obras restam...

Um abra�o de Paris, onde domingo tambem vou festejar o S�o Martinho com amigos de Montalegre e Vinhais e castanha portuguesa...

Xauzinho

azurara disse...

Olá amigo Cardoso

Gostei de ver a foto de Figueiró.
Há trinta e sete anos, como atleta do GDM, participei numa corrida de estrada desde a estação de Fornos até lá, sempre a subir.
Nunca mais me esqueci!

Abraço

al cardoso disse...

Caro Azurara:

Essas provas de estrada presistiram ate finais da decada de setenta, infelizmente tal como outras, foram eventos que acabaram e nao tiveram substitutos. Com a continua desertificacao vao se as pessoas e as ideias!!!

Um abraco d'Algodres.

pensarfornos disse...

Caro Albino:
Agrade�o-lhe, desde j� a publica�o e divulga�o do meu link.Na verdade, hoje aos nossos pol�tico locais falta esse humanismo de que nos fala. � necess�rio sair do gabinete confort�vel da c�mara e andar pelas freguesia, conhecer os caminhos de terra batida e falar com os potenciais investidores. Pergunta-se: Quantas assembleia municipais se realizaram nas v�rias freguesias? Quantas vezes o Sr. Presisdente passou um dia inteiro numa freguesia, uma esp�cie de "presidencia aberta"? Se as pessoas se sentissem mais apoiadas humanamente, talvez participassem com mais entusismo em tudo o que a c�mara e outras entidades promovem.
Continua�o de uma �ptima semana!
Um abra�o amigo JPclemente

Carlos de Matos disse...

Ola JP Clemente

partilho o seu ponto de vista sobre uma espécie de "presidencia aberta", quanto mais justificada nos nossos meios pequenos e directamente interligados. Mas o exercicio do poder pode trazer uma distancia entre duas eleições e esse prazo é o determinante para o investimento no terreno...

Abraço à todos

quintarantino disse...

Bom fim de semana, amigo!

Magno disse...

O nosso concelho necessita de um projecto concreto, pensado a longo prazo, e associado entre um grupo de privados, que respeite a natureza local.
È altura de dar uma bofetada de luva branca à pasmaceira actual do concelho em matéria de investimento privado!

Alves D`Almeida disse...

Caro Albino
Tenho que lhe dizer com toda a frontalidade que o senhor é uma "sumidade", e penso que se está a perder em terras do Tio Sam.
Acho que com ideias tão brilhantes e um espírito tão empreendedor o senhor faz muita falta na nossa terra, pelo que deveria imediatamente pôr o seu crânio iluminado ao serviço dos nossos humildes cidadãos.
Deve pensar, com a maior brevidade possível, em regressar a Fornos de Algodres, pois o senhor pode rapidamente dar a volta às dificuldades por que passa o nosso povo.
Deste modo sugiro-lhe que com o dinheiro que ganhou nos E.U.A. invista em Fornos de Algodres e crie empregos...dê o exemplo!...ou então nas próximas eleições candidate-se a Presidente da Câmara levando consigo os seus amigos comentadores do blogue,"os mentecaptos do Café Central", mas depois não se queixe dos resultados!...
O senhor vive noutro planeta, e não se apercebe do que se passa no nosso país, e quem lhe transmite notícias, aqui de Fornos, ou é parasita ou precisa de um tratamento no Julio de Matos.
Decerto que o Senhor Presidente da Câmara aceitará sugestões e conselhos que tragam progresso e desenvolvimento para a nossa terra, agora com certeza, que não embarcará em discursos populistas e demagógicos de gente que não tem a mínima noção do que é viver no interior do nosso país, e com as dificuldades que nos saão impostas por um Primeiro Ministro mentiroso, demagogo e centralista.
Um fornense, residente,participante nos eventos efectuados por Terras d`Algodres
onde não vê os "cérebros" comentadores e que não abdica de vivem neste interior que cada vez mais a administração Central quer esquecer.

Até breve

Alves d`Almeida

Anónimo disse...

Caros Senhores,
Após uma leitura destes comentários, não pude deixar de dar o meu contributo enquanto cidadão.
Devo lembrar os menos informados que, por exigência legal, existe em Fornos de Algodres (assim como em todos os concelhos deste nosso Portugal), em cada mês, uma reunião de câmara aberta ao público. Curiosamente, tanto quanto se sabe, nunca ninguém assistiu a essas mesmas reuniões...
Quanto à ideia levantada pelo Sr. JPClemente, desculpe-me mas deve andar distraído há muitos anos. Fique sabendo que, no primeiro mandato do actual Sr. Presidente, por iniciativa do próprio, foram realizadas reuniões de câmara em todas as freguesias do concelho. Repito, em todas as freguesias do concelho, TODAS!!! Incluindo a sua!!! E nunca apareceu nenhum outro cidadão em nenhuma dessas reuniões a não ser o presidente da junta local... Repito, nunca!!!
Ora, se achava tão importante esse contacto com a população, deveria ter comparecido na sua freguesia para confrontar (sem o subterfúgio da escrita) o executivo com as suas ideias. Estou certo de que, com o seu contributo, o nosso concelho seria muito mais desenvolvido hoje.
Mais, toda a gente sabe que o Sr. Presidente recebe toda a gente que se desloca ao seu gabinete para expor os seus problemas pelo que só por pura maledicência poderá alguém acusá-lo de não enfrentar os munícipes!!! Aliás, se fosse verdade que o Sr. Presidente não saísse do seu “gabinete confortável da câmara” decerto não teria ganho já 3 eleições com as esmagadoras maiorias que conseguiu… não acha???

Um cidadão de Fornos

al cardoso disse...

Caro Senhor Alves d'Almeida:
Provavelmente ainda somos parentes, pois o meu bisavo tambem era Almeida!
Bem haja por me chamar "sumidade", sabe que me fez crescer o ego e fartei-me de limpar o queixo com tanta baba, mas fique sabendo que nao o sou, nem nunca o chegarei a ser,(ja estou a ficar velhito).
Ja quanto a voltar para Fornos, tomara eu puder faze-lo mas a idade e o facto de ter um filho menor nao mo premite nestes proximos tempos, mas devo dizer-lhe pois parece que o senhor nao me conhece, que quanto a investimentos ja fiz alguns no concelho que deram trabalho a nossa gente e olhe ate podia fazer como muita gente que eu conheco que investiram em cidades, com provavelmente mais resultados.
Tambem lhe direi que gratuitamente, cedi varias centenas de metros quadrados de terreno meu, para alargamento de uma rua/estrada e de um caminho, e olhe que nem os muros deitados a baixo me fizeram, ao contrario de muita gente que nunca dai saiu e que mesquinhamente, nao so lhe tem que pagar pelo terreno como tem que lhe fazer os muros!
Ja quanto a obra feita pela camara eu sou dos primeiros a louva-la tanto com os meus escritos como pessoalmente ao presidente da Camara de quem me considero amigo.
Provavelmente o senhor so leu esta minha escrevinhadura, e portanto nao sabe o que eu tenho escrito e muitas das coisas ate as tenho dito directamente aos interessados. So uma coisa e certa nunca fui daqueles de andar tirar o chapeu nem de me baixar, falo com as pessoas abertamente e se tenho ideias porque nao apresenta-las, sabe que da discusao e que nasce a luz.
Nunca me considerei dono de verdade nenhuma e aquilo que escrevo nao e influenciado por ninguem, gracas a D*us tenho comentadores de varias opinioes, de dentro e fora do concelho, talvez ate mais de fora que de dentro pois os meus conterraneos, parece que tem medo de dizer o que lhes vai na alma.
Ja quanto a candidatar-me a um cargo politico, a faze-lo fa-lo-ia aqui onde resido, onde para isso ja fui convidado mais do que uma vez e tenho a certeza que teria a eleicao garantida!
Olhe nao queira ver mal onde mal nao existe, quizera eu puder ajudar a fazer a diferenca, para melhorar o que em muitas areas ja se encontra bastante bem, mas sempre pode ser melhorado. Ou o meu amigo esta tao satisfeito, e nunca ve necessidade de melhorar?
Agradeco-lhe o comentario e creio que lhe respondi a tudo mas caso tenha ainda alguma duvida nao se acanhe, que a falar e que a gente se entende.
Um abraco do d'Algodres e volte sempre.

pensarfornos disse...

Caro Anónimo:
Veja o meu comentário ao texto "Sumidade" e verá aí a resposta ao seu comentário que eu respeito mas não concordo, como verá.
JPClemente

pensarfornos disse...

Caro Anónimo:
Veja o meu comentário ao texto "Sumidade" e verá aí a resposta ao seu comentário que eu respeito mas não concordo, como verá.
JPClemente