segunda-feira, novembro 12, 2007

IV Passeio Micologico, Por "Terras d'Algodres"!

Na falta de uma fotografia dos verdadeiros "miscaros", (estes diziam que eram venenosos) subtrai esta de um blog da "nossa Serra":http://ocantarozangado.blogspot.com.

Agora que o Outono esta a meio e mesmo sem terem havido em quantidade desejada, as tao esperadas chuvas, (pelo calor e enorme quantidade de incendios, ate parece que se esta em Agosto) nao deixa de ser a altura dos tao apreciados miscaros e cogumelos!

Por isso a Casa do Pessoal da Camara Municipal "d'Algodres", organiza no proximo sabado dia 17 de Novembro, o seu quarto "Passeio Micologico". Toda a informacao pode ser encontrada aqui: http://www.cm-fornosdealgodres.pt/nt_049.php.

O passeio deste ano sera na freguesia do Casal Vasco, mais propriamente na Quinta das Moitas; uma antiga quinta historica, onde ha (ou houve) um projecto de turismo rural.

A terminar e ja na vila de Fornos, realizar-se-a na Residencia de Estudantes, (antigo solar do Marquez de Tomar) um coloquio sobre o tema "micologico", nele participarando; Sofia Oliveira no Parque Natural da Serra da Estela, H. Klaus um productor micologico holandes e Manuel Paraiso da Associacao "a Pantorra".

Caso os meus amigos gostem de andar pelos campos e florestas, de colher "miscaros" e "turtulhos" e aprender um pouco mais sobre o tema, venham ate as "Terras de Algodres" no proximo fim de semana.

10 comentários:

quintarantino disse...

Antevejo uma jornada épica... gastronomia quanto baste, ar fresco a revigorar os pulmões, aos amantes da fotografia um universo de possibilidades...

Amaral disse...

Al Cardoso
à falta de míscaros vão os cogumelos, bons os primeiros e (venenosos ou não) bonitos os segundos.
Quantas vezes eu e os meus colegas do seminário andámos aí nessas matas a apanhar míscaros.
Belos tempos.
Abraço

Carlos de Matos disse...

Ola

ja tinha ouvido falar dessa Quinta das Moitas perto do Furtado que pertencia a uma familia de Infias, alguem sabera mais do que isso... ?

Eu que posso dizer é que nunca la fui mas ao longe consegui distinguir um povoamento importante de "Abetos Douglas" no meio dos carvalhais, essas arvores são propicias a micologia... cepas e outros boletus... e não a amenite que o Al pos no post...

E fantastica a simbiose que pode haver entre uma arvore e um cogumelo exemplo a aveleira e um cogumelo violeta desconhecido ai em Portugal mas muito apreciado em França. A zona de Mirandela orgulha-se de ser a capital do cogumelo.

E as vezes as receitas mais simples são as melhores... lembro-me quando guardava as ovelhas com o meu avô assar meia duzias de tortulhos a mesma a brasa... que luxo so com duas pedrinhas de sal...

Um abraço micologico ;o))

toj@l disse...

Se puder estarei presente tal como o ano passado em Juncais.

Tiago R Cardoso disse...

gostar até gosto, um pouco longe e a mobilidade não me deixa, mas parece-me uma excelente iniciativa.

O Micróbio II disse...

Olhando para a foto, eu prefiro os feios mas bonitos no prato... :-)

pensarfornos disse...

Caro Albino:
Na vila do Sátão, este ano realizaram, com sucesso, a primeira feira do míscaro. Na verdade, esses míscaros amarelos acompnhados por borrego e uma batata cozida, que maravilha!
Continuação de uma boa semana!

Sulista disse...

Huuuummmmm....quem me dera ir a esse passeio dos míscaros!!
Até me fez crescer água na boca :-)


Abraço da Sulista

Mário Relvas disse...

Caro Al,

os míscaros são amarelinhos, mas estão enterrados. E os tortulhos? Há-os? Não tem chuvido...

Mais uma bela iniciativa

Abraço do Mário

Isabel Magalhães disse...

Pena estar pelas bandas da capital e não ter podido ir. Gosto de cogumelos e de míscaros mas tenho sempre presente:

"Todos os cogumelos são comestíveis; alguns só uma vez." :)

Deixo um abraço e muitas 'azuis e brancas'
I.