domingo, novembro 18, 2007

A Nossa Beira Continua a Perder!

Como se ainda nao chegassem os encerramentos de organismos e servicos, por todo o pais mais desertificado, aqui temos mais. Estes burocratas de Lisboa nao dormem em servico!
Desta vez sao os postos da GNR que vao encerrar, na minha Beira querida sao varios os que o (des) governo tem em mente, entre eles o de Vila Franca das Naves, e parece que tambem o de Vila Nova de Tazem.
Ora quando se encerram por exemplo estes, em vilas que tem populacao perto dos dois mil habitantes, que confianca nos pode merecer um governo que apregoa que esta a trabalhar para melhor seguranca dos cidadaos!
Talvez as geracoes mais novas dos meus conterraneos ja se nao lembrem, mas no nosso municipio tambem ja existiu um outro posto da GNR em Sobral Pichorro, para dar servico a parte mais a norte do concelho, pois como sabemos a vila de Fornos encontra-se numa ponta do concelho.
Sei muito bem que devido a perca de populacao e aos melhores meios de deslocacao daqueles "policias" nas nossas terras, se nao justifica outro posto que nao o da vila.
Mas preocupam-me estas "medidas", pois se nao houveram meios para estancar a saida de populacao e de acordo com os numeros que este governo que nos caiu na rifa se baseia, um dia destes decidem tambem encerrar o posto da GNR de Fornos, porque umas novas instalacoes nao sao razao para o seu mantimento. Tambem temos um edificio moderno para o tribunal e pelo que tenho lido tambem esta na calha para o encerramento!
Senhores "governantes" nao creem que ja chega?

16 comentários:

Sulista disse...

Al Cardoso,
cá vim em 'socorro'!
mas ná vi em quê posso ajudar...lol

Sua Sumidade está de parabêns por conseguir fazer mais pela sua terra do que mt gente que nela vive ;-)

Força nessa luta!!

ps-muito obrigada pelas suas visitas por 'lá'...sabem sempre bem :-D

Abraço de Amizade! :-)

Mário Relvas disse...

Caro Al,

a política não serve os cidadãos, serve-se dos cidadãos.

Merece uma reflexão este seu post!

Abraço

Tozé Franco disse...

A segir parece que vão encerrar as localidades e depois, quem sabe, o próprio país....
Um abraço.

Carlos de Matos disse...

A GNR viu as suas missões mudarem ao fio das ultimas decadas, é normal que os destacamentos sejam reorganizados.
No entanto isso pode trazer problemas de segurança as pessoas, aos bens, a floresta etc...
Por exemplo Dornelas, Forninhos, Quinta da Ponte, Matela... ficam aos limites de concelhos, de distritos etc... raras são as patrulhas e demoradas seriam as intervenções em caso de urgência so pelo facto da distância.
Numa decentralização effectiva porque não criar corpos de "Policia Municipal" sobre a responsabilidade das autarquias, para recuperar a autoridade deixada pela reorganização da Guarda Nacional cabendo a essa ultima missões regalianas do Estado.
Desconheço essa possiblidade em Portugal mas as leis de decentralização francesas de 1982 deram aos presidentes de Camara a partir de um certo numero de habitantes a competência para fiscalizar areas retiradas a Guarda Nacional.
Um presidente da Camara francês tambem tem um poder de policia e é o chefe dessa mesma pelo intermediario de um brigadeiro que ele proprio nomina para a duração do seu mandato...

Solução ou não para o desaparecimento dos postos da GNR, mas com certeza mais poder local e segurança.

Abraço Forninhense

Carlos de Matos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos de Matos disse...

Fui-me informar na net e existe um quadro legal para a Policia Municipal em Portugal.

Aqui fica o link para o Ministerio da Administração Interna para completar o meu post ;

http://www.mai.gov.pt/lertexto.asp?id=52

E de salientar que Celorico da Beira tem uma e podem no portal encontrar todos os textos legislativos.

Xau

Isabel Magalhães disse...

Amigo Al;

Notícias de Fornos de Algodres via Linda-a-Velha, concelho de Oeiras:

http://oeiraslocal.blogspot.com/2007/11/feira-de-so-martinho-em-linda.html

As pessoas do restaurante 'O Pote' eram muito simpáticas e a comida de muito boa qualidade.

Fica um abraço e as nossas 'azuis e brancas'. :)
I.

Amaral disse...

Al Cardoso
Como em comentários anteriores fiz reparar que as políticas do "fixar as populações no interior" não passam de balelas.
A ser verdade o encerramento desses postos da GNR... que mais há a dizer.
Abraço

Magno disse...

De perdida em perdida, vamos ficando cada vez mais no esquecimento!
Quando o poder central nos for visitar devemos mostrar o nosso descontentamento!
No entanto a falta de dinamismo privado continua a ser gritante!!!
Um abraço,
Magno.

quintarantino disse...

Como dizia o "magno" nem só os poderes públicos têm responsabilidades. A sociedade civil também tem a sua quota parte. Aliás, embora lateralmente, abordo essa questão hoje lá no NOTAS.

JMTeles da Silva disse...

Através de um dos mil blogues da Isabel Magalhães descobri este, de um fellow monarchist.
Passo a visitá-lo também
Abraço
JMTS

Carlos de Matos disse...

Ola

Então uma policia municipal pode trazer a proximidade e ser o braço do poder local para fiscalizar a area do concelho nas novas missões devolutas da GNR. No actual estado das coisas pode ser uma opção para decentralizar meios e verbas para ameliorar a qualidade de vida dos cidadões não remetendo em causa as responsabilidades das forças policiais do estado.
Era interessante ter o ponto de vista de um Celoricense sobre esse assunto ?

Até breve

Jorge n.r. disse...

Olá Albino!

Venho só deixar votos de que continue a "alimentar-nos" com a informação sobre o seu concelho, acompanhado pelo espírito crítico e empenho que tem também demonstrado. A região merece-o.

Um abraço!
Jorge N.R. - Tondela

zé lérias disse...

Denuncie, amigo!
Denuncie sempre, quanto mais não seja para alimentar (alimentarmos)a esperança num país melhor.
Um grande abraço.

Magno disse...

Amigo Al, proponho a criação de um jornal digital com notícias de Fornos de Algodres! Pode contar cmg! O que acha da ideia!
Abraço,
Magno!

al cardoso disse...

Caro Magno:
Creio que e uma boa ideia, mas creio que esse projecto deve ser liverado por alguem residente ai, sempre posso colaborar mas devido a distancia e ate aos meus fracos conhecimentos de electonica, nao sou o mais indicado para iniciar um projecto desses.
Creio que o amigo ou o amigo Alexandre Lote, bem poderiam ser os lideres dessa ideia!
Ca fico a espera de novidades.
Um abraco do d'Algodres, para todos.